JAMES GUNN NA DC: A melhor contratação em anos!

9 de outubro de 2018 Diego Domingos
James Gunn na DC - Esquadrão Suicida

James Gunn na DC – Esquadrão Suicida

Yeeeeeeeeeeeah, Cinemaster. Agora é pra valer, James Gunn realmente agora faz parte da DC.

Nos vários PostMovies sobre a demissão de James Gunn da Marvel Studios eu sempre mencionei que Gunn tinha que arcar com as consequências dos seus tweets sobre apologia a pedofilia.

E sim Cinemaster, Gunn já pagou um preço completamente alto por isso, ter que deixar a franquia que o colocou nos maiores holofotes de Hollywood, Guardiões da Galáxia.

E o pior, exatamente seis meses antes das filmagens do Vol. 3 serem iniciadas.

Mas agora James Gunn está na DC é uma vida completamente nova para um dos caras que deram uma nova guinada na Marvel Studios.

Até então Cinemaster, o que se tem confirmado é que James Gunn vai roteirizar Esquadrão Suicida 2 em uma pegada completamente nova. Ou seja, sua história não será de origem como o primeiro, mas funcionará como o primeiro filme de uma possível nova franquia, logo, trilogia.

A partir disso, eu e você vamos discutir abaixo tópicos que fazem de James Gunn Cinemaster a melhor contratação da DC em ano. Digo isso não apenas a nível de aproveitar o talento de Gunn em termos de originalidade, mas falo em termos de estratégia de como a DC pode se organizar melhor.

James Gunn – O que ele vai levar da Marvel para a DC?

Calma Cinemaster, tentei ao máximo não deixar o subtítulo ambíguo, mas não teve como. O que eu quero dizer não o que James Gunn vai levar da Marvel para a DC em termos de estratégia de filmes, mas digo em termos de expertise.

E já te adianto, muita coisa. A DC Cinemaster sempre priorizou trabalhar com diretores que tivessem uma experiência maior em termos de blockbusters, na tentativa de que eles criariam grandes histórias. O que significa que a DC estava completamente enganada, já que ela contratou Zack Snyder, tipo como um dos grandes “comicbook fan” dos Estados Unidos e no fim das contas foram três filmes desastrosos.

A partir disso Cinemaster, o principal elemento que James Gunn vai levar para a DC é a dinâmica de ter que trabalhar com vários projetos ao mesmo tempo, e o mais importante, trabalhar com qualidade, como se cada filme fosse o filme mais importante do estúdio a ser lançado.

James Gunn – A Experiência

James Gunn Cinemaster veio do mercado independente, e foi justamente isso que chamou a atenção de Kevin Feige, já que os diretores independentes tendem a trabalhar com uma originalidade muito maior (basta ver Pantera Negra, dirigido por um dos grandes diretores do mercado independente americano, Ryan Coogler).

Em seguida, Gunn entrou na Marvel Studios e passou por lá Cinemaster nada menos que seis anos, e passaria mais se não fossem os tweets que causaram sua demissão.

Portanto, James Gunn tem experiência de sobra em como trabalhar com grandes estúdios, grandes orçamentos. Ou seja, tem tudo pra ser uma gigantesca parceria.

James Gunn – A Originalidade

Cinemaster, seja bem sincero… Quem eram os Guardiões da Galáxia? Eu sou fã de quadrinhos, leio HQs desde os oito anos, e sou fascinado pela Marvel Studios.

Mas sobre as HQs de Guardiões da Galáxia, juro pra você, ouvi pouquíssimas vezes, e nas vezes que li, não curti! Afinal, os personagens eram complexos demais pra uma trama mal trabalhada.

E quando veio a confirmação Cinemaster de que a Marvel Studios estava pra fazer Guardiões da Galáxia com James Gunn, que eu também não conhecia, fiquei em mega estado de alerta.

Afinal, era o tipo de filme que ficaria incrível ou terrível, não tinha meio termos… justamente por causa dos personagens, que eram fortes, que erem cheios de espiritualidade, mas os criadores deles não tinham toda essa força narrativa.

E então veio James Gunn e trouxe dois filmes brilhantes. Guardiões da Galáxia 1 foi o meu filme preferido da Marvel Studios por muitos anos, até o lançamento de Guerra Civil, pra você ter ideia.

Então Cinemaster, isso é um forte de James Gunn, a originalidade. A forma como ele consegue pegar os personagens, suas peculiaridades, seus pontos fortes e fracos… é sem igual.

E é aquilo, quanto mais complexos os personagens, melhor Gunn sabe trabalhar. E isso é completamente significativo se tratando de Esquadrão Suicida e dos personagens da DC como um todo, que são muito pouco humanos.

James Gunn – A Visão

Um dos elementos que James Gunn aprendeu dentro da Marvel Studios Cinemaster foi a ter visão. Todos os filmes na Marvel Studios são planejados com sequências em mente.

Por mais que Kevin Feige e os diretores afirmem que não haja nada confirmado, todos os filmes são planejados com possíveis sequências.

Então, essa visão de escrever em termos de franquia é algo que a DC tem muito a ganhar com James Gunn.

Afinal, lembre-se… James Gunn já tinha definido que EGO teria colocado o câncer na mãe de Peter Quill antes mesmo dele finalizar o roteiro do primeiro Guardiões da Galáxia.

Ou seja, o cara é realmente foda!

James Gunn – Influência de Guardiões da Galáxia

A trama, os personagens e a trilha sonora. Essa tríade de Guardiões da Galáxia Cinemaster é o que se tornaram as grandes marcas de James Gunn.

A partir disso Cinemaster, o que James Gunn fez de melhor para Guardiões da Galáxia, pode ficar certo que ele vai se superar ainda mais para Esquadrão Suicida 2.

E eu não vejo a hora de Gunn transformar a trilha de Esquadrão Suicida em um verdadeiro personagem dentro da narrativa.

James Gunn – A DC agora está mais forte do que nunca!

Com James Gunn, Ava DuVernay, James Wan, David F. Sandberg e Patty Jenkins, a DC está mais forte do que nunca.

E Cinemaster, quando eu digo forte não falo em comparação com a Marvel Studios, até porque o estúdio de Kevin Feige está em um completo outro patamar, que a DC não tem como chegar.

Mas o que a DC tem que fazer agora Cinemaster é focar em criar grandes filmes, desenvolver grandes personagens com humanidade e focar em trabalhar em prol de tornar suas histórias e seus filmes cada vez mais originais.

 

Estrelado por: Will Smith, Jared Leto, Margot Robbie, Joel Kinnaman, Viola Davis, Jai Courtney, Jay Hernandez, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Ike Barinholtz, Scott Eastwood, Cara Delevingne, Esquadrão Suicida faturou US$ 745 milhões a partir de um orçamento de US$ 175 milhões. Esquadrão Suicida 2 Cinemaster terá direção de Gavin O’Connor, e as filmagens deverão começar no final de 2019 para a estreia acontecer em 2020!!!