Vingadores: Guerra Infinita

2 de julho de 2018 Diego Domingos |
Informações do filme

Lançamento: 26/04/2018

Duração: 2h29m

Direção: Anthony e Joe Russo

Elenco: Robert Downey Jr., Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Chris Evans, Scarlett Johansson, Benedict Cumberbatch, Don Cheadle, Tom Holland, Chadwick Boseman, Paul Bettany, Elizabeth Olsen, Anthony Mackie, Sebastian Stan, Peter Dinklage, Danai Gurira, Letitia Wright, Dave Bautista, Zoe Saldana, Josh Brolin, Chris Pratt, Samuel L. Jackson

Gênero: Ação, Aventura, Drama, Ficção Científica,

Nacionalidade: EUA

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, Cinemaster. E quando todo mundo, quer dizer, metade da população e metade do elenco de Vingadores – Guerra Infinita viraram pó? Eu praticamente cai da poltrona, Cinemaster (hahahah). Foi realmente um choque de emoção. E o filme como um todo é assim. Tudo bem que Vingadores – Guerra Infinita peca em alguns momentos com quebras narrativas completamente desnecessárias para a história e até mesmo para o momento, como a parte em que Drax se diz invisível. O filme seguindo para o clímax e uma cena daquela no meio não ficou tão bem interessante assim, mas isso aí Cinemaster é algo meu. Agora, no geral, Vingadores – Guerra Infinita é um primor de produção no sentido de conectar os 10 anos da Marvel Studios. E mais ainda, a cereja do bolo – para mim – foi a participação do Caveira Vermelha, que conectou a Marvel Studios dos anos 40, com Capitão América: O Primeiro Vingadores, até Pantera Negra, em 2018.

P.S. E lá ia eu esquecendo de falar de Thanos, o segundo vilão mais foda de todos os tempos nas adaptações de HQs, atrás, claro, do Coringa de Heath Ledger. =D Fora que Josh Brolin realmente se transformou no personagem, Cinemaster. Não apenas numa questão de voz, mas numa questão de captura de movimentos também.

Sinopse

Com os Vingadores e seus aliados protegendo o mundo de ameaças muito grandes para qualquer herói, uma nova ameaça emergiu das sombras cósmicas: Thanos. Um déspota da infâmia intergaláctica, seu objetivo é coletar todas as seis Joias do Infinito, artefatos de poder inimaginável, e usá-las para infligir sua vontade distorcida em toda a realidade. Tudo o que os Vingadores lutaram levou até este momento – o destino da Terra e da própria existência nunca foi tão incerto.

Roteiro

Christopher Markus e Stephen McFeely

Orçamento

US$ 500 milhões (Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores 4 Cinemaster foram filmados back-to-back, ou seja, primeiro se filmou o primeiro e depois se filmou todo o segundo, ambos em um orçamento conjunto de US$ 1 bilhão).

Bilheteria

Fim de semana de estreia nos Estados Unidos: US$ 257.6 milhões

Nos Estados Unidos: US$ 672.5 milhões

Nos mercados internacionais: US$ 1.3 bilhão

Bilheteria total: US$ 2 bilhões

Estúdio

Produção: Marvel Studios

Distribuição: Walt Disney

Curiosidades

  • Tom Holland não pôde ler o roteiro de Vingadores: Gurra Infinita, já que ele tinha revelado uma porrada de segredos de Homem-Aranha: De Volta ao Lar e que a Marvel e a Sony já tinham fechado contrato para uma trilogia completa do Cabeça de Teia.
  • Durante a ACE Comic-Con, em junho de 2018, Elizabeth Olsen revelou que ela e Paul Bettany só souberam que Visão terminaria morto por Thanos e que a Feiticeira Escarlate morreria após o estalar dos dedos do mega vilão na van que trouxe a dupla mais Joe e Anthony Russo, os diretores, do hotel até o set da produção, em Atlanta.
  • O diálogo de Drax, “Eu vou fazer uma melhor. Por que Gamora?” foi adicionada pelo próprio Dave Bautista. Em conversa com a imprensa americana, Dave disse que Chris Pratt comentou com ele que Drax poderia deveria fazer mais uma pergunta para a cena ganhar ainda mais integração, e deu muito certo, Cinemaster.
  • O diálogo de Chris Evans e Chris Hemsworth sobre a barba e o cabelo do Thor e do Capitão América foram também adicionadas no set por Evans e Hemsworth. Em entrevista ao Hollywood Reporter, a dupla disse que já tinha intimidade suficiente para fazer uma brincadeira do tipo em um filme como Vingadores: Guerra Infinita.
  • Vingadores: Guerra Infinita se passa exatamente quatro anos após Guardiões da Galáxia Vol. 2. Ambos os Guardiões se passam em 2014, com uma distância de quatro meses entre eles. Mas a cena pós-créditos final de Guardiões da Galáxia Vol. 2, com Groot adolescente, já se passa na linha temporal de Guerra Infinita, ou seja, em 2018.
  • Mark Ruffalo recebeu um roteiro fake da produção, já que ele havia revelado partes de alguns dos filmes anteriores da Marvel Stuios em entrevistas, como fez com Os Vingadores e Vingadores: Era de Ultron.
  • Tempo de tela de cada um dos principais personagens: Thanos (29 minutos), Gamora (19m30), Tony Stark/Homem de Ferro (18 minutos), Thor (14m30), Doutor Estranho/Stephen Strange (11m30s), Peter Quill/Senhor das Estrelas (10m15s), Visão (9m45s), Feiticeira Escarlate (9 minutos), Bruce Banner/Hulk (8m45s), Peter Parker/Homem-Aranha (7m30s), Steve Rogers/Capitão América (6m45s), Rocket (6 mintuos), Viúva Negra (5 minutos), Drax/Mantis (4m45s), Pantera Negra (3m30s), Groot/Nebula/Okoye/Loki (3m15s), Máquina de Combate (3 minutos), Wong (2m45s), Falcão (2m15s), Buck/Soldado Invernal/White Wolf (2 minutos), Pepper Potts (1m30s), Shuri (1 minuto), M’Baku (1 Minuto), Nick Fury (1 minuto), O Colecionador (0:45 segundos).
  • Com o final da trilogia do Homem de Ferro, Robert Downey Jr. passou a ter um contrato separado de todo o elenco da Marvel Studios. Com Capitão América: Guerra Civil e Homem-Aranha: De Volta ao Lar não fazendo parte desse acordo.
  • Várias cenas presentes nos trailers não estiveram na versão final do filme. O momento mais icônico Cinemaster é a aparição do Hulk na cena final da batalha em Wakanda. Em conversa com a imprensa americana, Anthony e Joe Russo Cinemaster citaram que a proposta era exatamente esta. Dar ao público uma experiência completamente diferente de tudo o que foi visto no filme.
  • Kenneth Branagh, que dirigiu o primeiro Thor Cinemaster, é o homem que fala no início do filme por meio de uma transmissão de socorro da nave que está Thor e seus aliados, do final de Ragnarok.
  • Joss Whedon Cinemaster decidiu não dirigir o terceiro Vingadores porque à medida que o elenco crescia, mais Whedon tinha problemas em ter que aceitar as opiniões dos demais com relação a história, tanto que Robert Downey Jr. – que gosta de participar das histórias com as quais faz parte – não fez parceria com Whedon para os roteiros dos primeiros filmes.
  • As filmagens de Guerra Infinita para o elenco de Pantera Negra começou duas semanas após o término das gravações do filme solo do herói.
  • Sob o orçamento de US$ 500 milhões, é o filme de super-heróis mais caro na história do cinema mundial.
  • Vingadores: Guerra Infinita é o filme mais longo da Marvel Studios com 156 minutos. O mais extenso até então era Capitão América: Guerra Civil com 147 minutos.

Vídeos dos Bastidores






Fotos