EXTREMELY WICKED: Sobrevivente de Ted Bundy diz que serial killer era tão bonito quanto Zac Efron

30 de janeiro de 2019 Diego Domingos
Zac Efron

Zac Efron

Woooooooooow, Cinemaster. Semelhanças físicas, já vou logo adiantando. O ponto X de tudo é o seguinte, Cinemaster. Várias pessoas nos Estados Unidos foram até o Twitter reclamar que os filmes sobre serial killer deveriam parar de ter atores bonitos, como Zac Efron, em papéis tão brutais, como ele vive Ted Bundy no elogiado Extremely Wicked, Shockingly Evil, and Vile

Mas em conversa com o TMZ Cinemaster, uma das sobreviventes de Ted – que conseguiu fugir dele em meio a um ataque na Universidade Estadual da Flórida, em 1978 – disse que não está interessada em comentar sobre a beleza de Zac Efron para o filme.

No entanto, Kathy Kleiner Rubin disse que Ted Bundy realmente tinha semelhanças físicas com Zac Efron, principalmente pela beleza em si. Mas ela alertou, “Ted era muito charmoso e bonito por fora, e um monstro por dentro.”

Kathy disse ainda que espera que o filme realmente toque as pessoas no sentido de elas ficarem sempre em alerta que um rosto bonito nem sempre é sinal de bondade.

De fato Cinemaster, a polêmica ao redor do comentário de Kathy foi tão grande na Terra do Tio Sam que até a Netflix – por conta da série documental Conversations with a Killer: The Ted Bundy Tapes, comentou no Twitter que apesar de Ted ser extremamente bonito, há vários outros homens bonitos nos Estados Unidos que não são serial killers.


Agora, um detalhe mais do que interessante Cinemaster é que o filme não é na visão do serial killer mais conhecido dos Estados Unidos em questão – Ted Bundy, mas sim de sua namorada, Elizabeth Kloepfer, vivida por Lily Collins, ou seja, o tom do filme passa de um thriller de suspense e passa para um drama ainda mais pessoal.

Extremely Wicked, Shockingly Evil, and Vile é dirigido por Joe Berlinger e escrito por Michael Werwie. =D