GUARDIÕES DA GALÁXIA VOL. 3: Alto Evolucionário pode vir como o criador de Rocket

8 de maio de 2019 Diego Domingos
Vingadores - Ultimato (Rocket - Bradley Cooper)

Vingadores – Ultimato (Rocket – Bradley Cooper)

Cinemaaaaaaaaaaaaaster, se você não acredita em outra dimensão, é bom começar a repensar. Isso porque a fonte de onde veio a mais nova “confirmação” (bem entre aspas mesmo) a respeito de Guardiões da Galáxia Vol. 3 é muito interessante. Porque uma pessoa realmente veio do “the other side.”

Um perfil no Twitter que não tem foto, não tem capa e que se identifica apenas como Roger Wardell vem desde dezembro de 2018 revelando detalhes precisos sobre Vingadores – Ultimato. E mais, em dezembro de 2018, o filme só estreou em abril de 2019.

Para que eu e você tenhamos uma ideia antes de entrarmos mais precisamente em Guardiões, o tal perfil disse o seguinte sobre Steve Rogers: “Chris Evans tem a chance de viver um Steve Rogers completamente diferente em Vingadores 4. Salve Hydra.” Isso sem falar na participação de Stan Lee: “A participação especial de Stan Lee em Vingadores 4 será um carro ambientado nos anos 70.”

Você mesmo pode conferir os tweets mais abaixo. E outra, por mais que essa pessoa soubesse dos spoilers de Vingadores – Ultimato, o título ela não sabia, já que se refere ao filme como Vingadores 4.

Bom, entrando agora em Guardiões da Galáxia. Na noite dessa terça-feira esse perfil no Twitter voltou com um novo detalhe sobre o Vol. 3: “O criador de Rocket é o Alto Evolucionário, Drax tem uma grande surpresa quando ele descobre que sua filha está viva. Rocket tem um interesse amoroso na forma de Lylla. Nebula e o Senhor das Estrelas vão ver a amizade crescer.”

Pois bem, e tudo isso tem fundamento, Cinemaster.

Nos quadrinhos, o Alto Evolucionário vem na forma do biólogo Herbert Edgar Wyndham, que sempre teve como base dos seus estudos a manipulação genética. Então, partindo da ideia que ele é um biólogo, ele realmente pode ter adicionado a um guaxinim as características que eu e você vimos em Rocket ao longo do MCU.

Segunda questão, a filha de Drax está viva. No primeiro Guardiões da Galáxia Drax queria vingança contra Thanos e contra Ronan por eles terem sido os responsáveis pela morte da sua família. Então, sem dúvida é uma reviravolta interessante.

Por fim, mas não menos importante, Rocket terá um interesse amoroso por Lylla. Nos quadrinhos, Lylla realmente foi a namorada de Rocket. E mais ainda, que inclusive foi citado em um dos comentários do tweet, naquela cena em que os Guardiões são apresentados, no primeiro filme, em Rocket aparece: “Filiações: Groot, Lylla.”

Mas o que eu estou interessado mesmo é na volta de Gamora. Levando em conta que ao longo de dois filmes – Guerra Infinita e Ultimato – a Joia da Alma levou duas grandes personagens (Gamora e a Viúva Negra), é mais do que provável que James Gunn tenha uma explicação genial para trazer Gamora de volta. Afinal, Guardiões da Galáxia Vol. 3 sem Zoe Saldana, não tem como.


ASGARDIANOS DA GALÁXIA: Thor vai ajudar a trazer Gamora de volta, mas como?

Guardiões da Galáxia Cinemaster estreou nos cinemas em 2014. Reunindo um espetacular grupo de personagens estranhos Cinemaster, o filme ficou simplesmente espetacular, sendo té Pantera Negra o filme mais original que a Marvel Studios tinha produzido.

A produção reuniu: Chris Pratt, Zoe Saldana, Dave Bautista, Vin Diesel e Bradley Cooper, respectivamente, como: Peter Quill/Senhor das Estrelas, Gamora, Drax, Groot e Rocket, e faturou US$ US$ 773.3 milhões no mundo todo. Em 2017 Cinemaster, James Gunn trouxe o ainda mais emocionante Guardiões da Galáxia Vol. 2, que arrecadou US$ 863.7 milhões mundialmente.

E desde 2017 Cinemaster James Gunn vinha desenvolvendo o roteiro de Guardiões da Galáxia Vol. 3. O elenco inclusive chegou a confirmar diversas vezes que as filmagens seriam iniciadas entre janeiro e fevereiro de 2019. No entanto Cinemaster, em julho de 2018, os tweets de James Gunn – escritos entre 2008 e 2009 – com apologias a estupro e pedofilia, foram descobertos e na sexta-feira da San Diego Comic-Con de 2018 James Gunn foi demitido pela Disney e pela Marvel, em uma decisão em conjuntos por seus presidentes, Alan Horn e Kevin Feige.

Em agosto Cinemaster, a Marvel/Disney e James Gunn chegaram a realizar uma reunião. O advogado e o assessor de Gunn queriam que a Disney desse a James uma segunda chance, mas a reunião no fim das contas Cinemaster funcionou com uma reunião de demissão oficial de James Gunn, encerrando sua parceria com a Marvel Studios iniciada em 2013, com sua contratação.

Mas em 15 de março de 2019, a Disney e a Marvel Studios confirmaram a recontratação de James Gunn.