VINGADORES – ULTIMATO [REVIEW]: Um filme único na história do cinema

25 de abril de 2019 Diego Domingos
Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

Sim, sim, Cinemaaaaaaster. Impactante, surpreendente, chocante. Todas essas palavras tranquilamente podem ser utilizadas para descrever Vingadores – Ultimato. Mas eu diria Cinemaster que a produção da Marvel Studios entregue muito mais do que propõe. Dessa forma, eu faria a seguinte mudança: Vingadores – Ultimato é ainda mais impactante, é ainda mais surpreendente e ainda mais chocante. Ultimato não apenas encerra toda uma jornada de 11 anos e 22 filmes. Vingadores – Ultimato é realmente a conclusão do “Eu sou o Homem de Ferro” no primeiro filme do estúdio até o estalar de dedos de Thanos com tudo trazido de forma subversiva.

Anthony e Joe Russo Cinemaster têm um completo domínio dos personagens e da história de Vingadores – Ultimato, o que faz com que meticulosamente cada parte do MCU seja revisitada, mas não com o objetivo de se manter preso ao passado, mas sim como aproveitar o passado para tornar o presente e o futuro completamente relevantes. Afinal, em um universo cinematográfico com 22 filmes, não existe a possibilidade de deixar o que aconteceu para trás. Era realmente mais do que necessário fazer com que todas as três fazes do MCU se tornassem fundamentais para o contar da história de Vingadores – Ultimato.

E por realmente ter um conjunto da obra grandioso ao mesmo tempo que mantém os pés firmes no chão, junto aos personagens e as suas histórias e história, é que Vingadores – Ultimato é um filme realmente único na história do cinema mundial.

Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

História

Vingadores – Ultimato leva realmente cerca de 30 minutos a 40 minutos de exibição para começar a crescer. Mas absolutamente nada Cinemaster diminui ou faz com que a história sofra de fluxo narrativo. O centro da história agora muda completamente de ponto de vista. Sai Thanos como protagonista e entram todos os Vingadores, o sexteto original e os novatos, para contar essa que é uma espetacular história. Só que Cinemaster note que o roteiro escrito por Stephen McFeely e Christopher Markus aplica a ideia da total ciência de que a viagem no tempo é um elemento que faz parte da cultura popular americana. E ao mesmo tempo, a dupla subverte isso. A viagem no tempo, no final das contas, se torna um dos elementos pelos quais a trama de Vingadores – Ultimato se desenvolve, e não de que é montada em cima disso.

As viagens no tempo em Vingadores – Ultimato Cinemaster são espetaculares justamente porque fazem com que a história seja ainda mais inteligente. Inclusive, as brincadeiras que os personagens fazem sobre os filmes funcionam como um,”Olha, nós realmente estamos usando a viagem no tempo como elemento da história, mas ele é apenas um artifício narrativo.” E quando a história inteligente de Vingadores – Ultimato Cinemaster coloca sua jornada à prova, Anthony e Joe Russo vão firmes e fortes para as emoções ao redor da produção da Marvel Studios. E por meio de pontos de virada altamente emocionantes e altamente bem trabalhados, Ultimato ultrapassa e muito o que se entende por final surpreendente.

E como tudo em Vingadores – Ultimato é muito bem pensado, é muito bem bolado, a história da produção encerrou jornadas e iniciou outras. Tudo por meio de uma emoção que veio traduzida nos gritos de toda sala. É um tanto curioso dizer que Ultimato traz um final satisfatório. Jamais! Anthony e Joe Russo entregaram um final excelente, que surpreendente por tamanha emoção e inteligência pela foma com que a história é conduzida. Vingadores – Ultimato é nada menos do que magistral.

Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

Direção

Com três horas de duração que se passaram tranquilamente como 2 horas, Anthony e Joe Russo deixam de lado a linguagem cinematográfica dos seus filmes anteriores na Marvel Studios para ir fundo na história, nos personagens e na forma como tudo isso acontece. Ainda assim, o primeiro confronto dos heróis com Thanos e a batalha final são as sequências que melhor trazem um pouco da linguagem cinematográfica dos dois.

Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

Heróis

Quanto maiores as apostas Cinemaster, maiores serão as consequências. A relutância de Tony Stark, a confiança de Steve Rogers e Natasha, a inteligência do Professor Hulk... O que cada personagem do sexteto original de Vingadores – Ultimato tem em comum são as histórias passadas. E dentro da produção o filme vai ainda mais fundo. Um detalhe interessante Cinemaster é que quando os heróis se utilizam da viagem no tempo, todas elas saem do curso original que é o de recuperar as Joias do Infinito. E isso ajuda a criar um sentimento ainda mais específico para com cada um. Cinemaster, quanta coisa acontece aos heróis de Vingadores – Ultimato. Mas digo a você, tudo está sensacional em Vingadores -Ultimato. Os desfechos, inclusive, todos eles também baseados na subversão do que boa parte chegou a imaginar como seria.

Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

Vilões

Que jornada de Thanos! Que jornada! O desafio da equipe criativa de Vingadores – Ultimato também era alto no sentido Cinemaster de que tornar o mega vilão um coadjuvante depois dele ter sido o protagonista de Vingadores – Guerra Infinita. Mas todo o plot de Thanos é magistral. Sem spoiler, mas a forma como a viagem no tempo se aplica ao vilão é genial. Thanos então tem o desfecho também inesperado depois de uma batalha em que ele lutou de forma realmente brava.

Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

Efeitos Visuais

Os efeitos visuais de Vingadores – Ultimato Cinemaster também dispensam apresentações. Tudo bem que os de Vingadores – Guerra Infinita ficaram um tanto melhores na resolução. Mas nada disso em Ultimato impede que a ótima história seja contada. A batalha final, as várias viagens no tempo e o Professor Hulk são os pontos altos dos efeitos visuais. E como eu e você sabemos bem, a qualidade desse elemento se tornou há anos prioridade para o MCU.

Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

Trilha Sonora

Alan Silvestri assina a trilha sonora de Vingadores – Ultimato. Tudo bem que a trilha poderia ter se sobressaído em alguns momentos durante a exibição. Mas volto a dizer Cinemaster que o foco de Anthony e Joe Russo está na história. Dessa forma, nada poderia chamar mais atenção que os personagens e a própria trama.

Vingadores - Ultimato

Vingadores – Ultimato

Futuro do MCU

Como eu e você chegamos a conversar várias vezes aqui no #CinemaNews, Vingadores – Ultimato não apenas funciona como o emocionante e tocante desfecho da Saga Infinita como também monta pontes para as sequências das jornadas de cada herói principal da Marvel Studios. E lembre-se Cinemaster que tudo isso aqui será discutido também em PostMovies Especiais específicos.