ALADDIN: Live-action surpreende com alta bilheteria no feriadão de “Memorial Day” nos EUA

28 de maio de 2019 Diego Domingos
Aladdin

Aladdin

Yeeeeeeeeeah, Cinemaster. Mais do que merecido, Aladdin realmente é uma das melhores reimaginações de clássicas animações da Walt Disney e o público nos Estados Unidos está respondendo de uma maneira mais expressiva até do que o estúdio esperava. Ao longo do feriadão de Memorial Day, que começou na sexta-feira e só terminou nessa segunda-feira, Aladdin arrecadou uma quantia entre US$ 116 milhões e US$ 177 milhões. O Deadline é quem confirma os números.

A publicação cita que só no feriado em si, na segunda-feira, Aladdin faturou US$ 25.7 milhões, um aumento de 15% com reolação ao domingo. Com isso, Aladdin se tornou a quarta maior estreia para um filme lançado durante o feriadão de Memorial Day. A produção está atrás dos US$ 139.8 milhões de Piratas do Caribe – No Fim do Mundo (em 2007), Indiana Jones e o Reino da Caverna de Cristal com US$ 126.9 milhões (em 2008), X-Men: O Confronto Final com US$ 122.8 milhões em 2006, e por fim, Velozes e Furiosos 6 com US$ 117 milhões.

Mundialmente, já contando com a segunda-feira dos Estados Unidos e dos mercados internacionais, Aladdin está com US$ 234.7 milhões. Por essa estreia Cinemaster e levando em consideração os outros grandes filmes que vão vir por aí, como: Godzilla 2, Rocketman, X-Men: Fênix Negra, MIB – Internacional e Toy Story 4, é provável que o live-action de Aladdin não passe dos US$ 600 milhões mundialmente.

ALADDIN [REVIEW]: O título deveria ser “Jasmine e o Gênio”

E no elenco, estão mais do que confirmados:  Will Smith como o Gênio, que tem o poder de conceder três desejos a quem possuir sua lâmpada mágica; Mena Massoud como Aladdin, o infeliz, mas amável garoto de rua que se apaixona pela filha do Sultão; Naomi Scott como a Princesa Jasmine, a linda filha do Sultão, que quer dizer ao mundo como viver sua própria vida; Marwan Kenzari como Jafar, um feiticeiro maligno que planeja algo nefasto para acabar com o Sultão e governar sozinho a região de Agrabah; Navid Negahban como o Sultão, o governante de Agrabah que está ansioso para encontrar um marido apropriado para sua filha, Jasmine; Nasim Pedrad como Dalia, donzela e confidente da Princesa Jasmine; Billy Magnussen como Príncipe Anders, um pretendente de Skanland e marido em potencial da Princesa Jasmine; e Numan Acar como Hakim, o braço direito de Jafar e chefe dos guardas do palácio. =D

O live-action Cinemaster vai ser comandado por Guy Ritchie, o mesmo de Sherlock Holmes. Exatamente, tem tudo pra funcionar. Aladdin já está em exibição nos cinemas nacionais.