BRIGHTBURN – FILHO DAS TREVAS: Orçado em US$ 6 milhões, terror de James Gunn estreia bem nos Estados Unidos

26 de maio de 2019 Diego Domingos
Brightburn - Filho do Mal

Brightburn – Filho do Mal

Sim, sim, Cinemaaaaaaaaaaster! Antes de mais nada, ainda não assisti a Brightburn, mas vi no reddit Movies a galera comentando sobre a cena pós-créditos que indica uma espécie de Liga da Justiça do Mal, com Michael Rooker falando sobre uma criatura metade-marinha e uma mulher que estrangula suas vítimas com uma corda. Mega interessante, inclusive! Mas voltando para a bilheteria do terror.

Brightburn – Filho das Trevas Cinemaster teve uma boa estreia tanto nos Estados Unidos, quanto nos mercados internacionais. O Box Office Mojo confirma que ao longo deste fim de semana a produção faturou US$ 7.5 milhões. Já internacionalmente, mais precisamente em 50 mercados, foram arrecadados US$ 7.8 milhões. E as regiões destaques ficaram por conta de: Coreia do Sul (US$ 550 mil) e Espanha (US$ 505 mil). A produção ainda vai estrear Cinemaster em mercados importantes, como Reino Unido – dia 19 de junho, Alemanha – 20 de junho e França, em 26 de junho.

Dessa forma, Brightburn – Filho das Trevas ficou com US$ 15.3 milhões, bem acima dos seus US$ 6 milhões de orçamento. Lembrando Cinemaster que um filme para ser considerado sucesso precisa faturar, no mínimo, três vezes mais o seu orçamento. E Bightburn está nesse caminho.

Brightburn Cinemaster conta com James Gunn como produtor, e seu irmão – Brian Gunn – como roteirista ao lado de Mark Gunn, que é primo de James Gunn. Ou seja, tá todo mundo em família.

Com relação ao elenco: Elizabeth Banks, Jackson Dunn, David Denman, Meredith Hagner e Matt Jones são os principais.

David Yarovesky é quem dirige Brightburn. =