FESTIVAL DE CANNES 2019: Parasite leva a Palma de Ouro; Bacurau faz história para o Brasil

25 de maio de 2019 Diego Domingos
Bacurau

Bacurau

Yeeeeeeeeeeeeeeah, Cinemaster. Uma das mais acirradas e mais espetaculares edições do Festival de Cannes 2019. O vencedor da Palma de Ouro acaba de sair, e é Parasite, do grande Bong Joon-Ho. A última vez que Bong Cinemaster havia concorrido à Palma de Ouro tinha sido em 2017 com Okja.

Parasite Cinemaster é um drama familiar que segue um jovem de família humilde que passa a desenvolver um relacionamento com uma família rica. E o Parasita – Parasite – do título se explica por conta do relacionamento que esse rapaz desenvolve com a tal família.

Agora, confesso que estou ainda mais feliz por Bacurau. A produção dirigida por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles levou o Prêmio do Júri, uma espécie de o terceiro melhor filme do Festival. O prêmio foi dividido com Les Misérables.

A lenda Pedro Almodóvar, que havia voltado com tudo em Dor e Glória, resultou em nada menos que o Prêmio de Melhor Ator para Antonio Banderas. E mais, eu e você temos que ficar de olho em todos esses filmes vencedores em Cannes, já que boa parte estarão no Oscar 2020. Principalmente em Melhor Filme em Língua-Estrangeira. E mais, a edição 2019 se torna histórica para o Brasil porque nessa sexta-feira, na mostra Um Certo Olhar, o também nacional A Vida Invisível de Eurídice Gusmão levou o prêmio de Melhor Filme da mostra. Sensacional!

Cinemaster, confira a lista completa dos vencedores do Festival de Cannes 2019:

Palma de Ouro: Parasita, de Bong Joon-Ho;

Grande Prêmio (segundo melhor filme do Festival): Atlantique, de Mati Diop;

Prêmio de Melhor Ator: Antonio Banderas, por Dor e Glória;

Prêmio do Júri (empate): Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, e Les Misérables, de Ladj Ly;

Melhor Direção: Jean-Pierre e Luc Dardenne, por Le Jeune Ahmed;

Melhor Atriz: Emily Beecham, Little Joe;

Melhor Roteiro: Portrait De La Jeuyne Fille En Feu, escrito por: Céline Sciamma;

Menção Especial: It Must Be Heaven, de Elia Suleiman;

Câmera de Ouro (Semana da Crítica): Nuestras Madres, de César Díaz;

Palma de Ouro de Melhor Curta-Metragem: The Distance Between Us and the Sky, de Vasilis Kekatos.

Lembrando que Alejandro González Iñárritu vai presidir o júri do Festival de Cannes 2019, que vai de 14 a 25 de maio. Cate Blanchett presidiu o júri no Festival de Cannes 2018, que teve o sensacional Assunto de Família como o vencedor da Palma de Ouro. Também estão confirmados no júri de 2019: Elle Fanning, Kelly Reichardt, a diretora italiana Alice Rohrwcher, o diretor francês Robin Campillo, Pawer Pawlikowskil – indicado ao Oscar pelo magistral Guerra Civil -, Yorgos Lanthimos – indicado ao Oscar pelo também espetacular A Favorita, o roteirista francês Enki Bilal e a atriz africana Maimouna N’Diaye.