LEAVING NEVERLAND: Representantes de Michael Jackson enviam carta de 10 páginas à HBO

8 de fevereiro de 2019 Diego Domingos
Leaving Neverland

Leaving Neverland

Woooooooooooow, Cinemaster. E o grande desafio dos representantes de Michael Jackson agora é tentar fazer que Leaving Neverland não seja exibido nos dias 3 e 4 de março, na HBO dos Estados Unidos. Isso porque Cinemaster a tendência é que a quantidade de comentários prós e contras Michael Jackson cresça consideravelmente por conta do polêmico documentário.

Afinal, enquanto no Festival de Sundance Leaving Neverland foi exibido para uma plateia de 300 pessoas, a HBO tem 54 milhões de assinantes somente nos Estados Unidos (pelos dados de 2017, que são os mais recentes), ou seja, a repercussão será infinitamente maior.

E para tentar barrar isso, os representantes de Michael Jackson enviaram à HBO Cinemaster uma carta de 10 páginas com várias justificativas do porque Leaving Neverland não deve ser exibido. Leia a carta completa aqui!

No entanto, contudo, todavia, durante o painel da HBO no Television Critics Association, Casey Bloys disse que já teve ciência da carta – entregue nessa sexta-feira pela manhã no escritório do canal em Nova York – mas que ela não alterou em nada os planos da HBO. 

Caseu ainda frisou Cinemaster que Leaving Neverland será exibido sem nenhum corte. A única decisão que a HBO precisou tomar em parceria com Dan Reed – diretor do documentário – foi em qual parte exatamente as duas primeiras horas do filme seria cortada para que as duas horas restantes fossem exibidas na segunda-feira. Leaving Neverland Cinemaster tem 4 horas de duração, e no Festival de Sundance o filme foi exibido sem pausa.