OSCAR: Academia quer expandir seu serviço de streaming para Melhor Filme

18 de abril de 2019 Diego Domingos
Oscar

Oscar

Wooooooooow, Cinemaster. E lá vem a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood com outra ideia polêmica. A organização do Oscar quer expandir o seu serviço de streaming interno para a categoria de Melhor Filme.

O atual serviço de streaming da Academia Cinemaster é dedicado as categorias mais complexas em termos de assistir a esses projetos diretamente no cinema. São elas: Melhor Documentário, Documentário em Curta-Metragem, Curta-Metragem em Live-action e Curta-Metragem em Animação.

Os votantes dessas categorias já podem, há uns três anos assistir, aos filmes diretamente no site da Academia, o que torna o processo de votação ainda mais prático, eficiente e justo, já que não há como justificar o fato de não ter assistido a todos os indicados.

Pois bem, o que a Academia conversou com seus membros na reunião do dia 11 de abril é que eles querem expandir esse serviço para a categoria de Melhor Filme. O Hollywood Reporter revela que os planos da Academia tem por objetivo cobrar entre US$ 10 mil e US$ 15 mil – por título – dos estúdios que querem ter seus filmes no streaming do Oscar.

O que é um tanto contraditório Cinemaster tendo em vista que a Academia vem criando regras ainda mais severas para tentar conter a Netflix na cerimônia. Mas por outro lado, ela quer estimular seus votantes a assistirem aos filmes diretamente no tablet, no celular e no computador ao invés de irem ao cinema?! Curioso, no mínimo curioso. De qualquer forma, nada ainda tem o martelo batido.

OSCAR 2019: Green Book, Bohemian Rhapsody, Pantera Negra e ROMA são os grandes vencedores