OSCAR: Steven Spielberg finalmente se pronuncia sobre polêmica com a Netflix

24 de abril de 2019 Diego Domingos
Steven Spielberg

Steven Spielberg

Woooooooooow, Cinemaster. Então, quer dizer que finalmente Steven Spielberg se pronunciou sobre a polêmica de que ele gostaria de ver a Netflix fora do Oscar?! Exatamente! Em um e-mail ao The New York Times, Spielberg disse nas entrelinhas que não quer retirar a Netflix da corrida. No entanto, ele quer que a experiência de se assistir a um filme no cinema seja mantida e que se torne ainda mais relevante na cultura mundial.

Mais do que correto, inclusive. O importante nisso tudo Cinemaster é que, querendo ou não, filmes que estreiam diretamente no streaming ainda trazem consigo uma marca de “descartáveis.” Tudo bem que ROMA levou três Oscars, mas em termos de relevância, em termos de experiência cinematográfica dentro do cinema, filmes como Bohemian Rhapsody, Green Book, A Favorita e vários outros que concorreram ao Oscar 2019 ainda estão mais notórios do que os longas Netflix.

Uma prova disso é The Ballad of Buster Scruggs, o mais recente filme dos Irmãos Coen, que ninguém mais sabe, ninguém mais viu em termos de relevância para o cinema. E por sinal, é um baita filme.

Mas voltando ao caso Steven Spielberg, o mais influente diretor de cinema vivo, disse o seguinte: “Eu quero que as pessoas encontrem o seu entretenimento da melhor maneira que convier a cada um. Tela grande, tela pequena – o que realmente importa para mim é uma ótima história e todos devem ter acesso a ótimas histórias. No entanto, sinto que as pessoas precisam ter a oportunidade de deixar a vida segura e familiar e ir para um lugar onde possam sentar-se na companhia de outras pessoas e ter várias experiências compartilhadas – chorar, rir, sentir medo – para que, quando acabar, eles se sintam um pouco menos como estranhos. Quero ver a sobrevivência dos cinemas. Quero que a experiência do cinema permaneça relevante em nossa cultura.”

Comentário mais do que oportuno e sensacional! A relevância de filmes que chegam ao cinema sempre será superior aos que vão direto ou que são feitos para streaming. O fato descartável, como falei, é o centro disso.

OSCAR 2019: Green Book, Bohemian Rhapsody, Pantera Negra e ROMA são os grandes vencedores