WALT DISNEY: Mais funcionários são demitidos depois da fusão com a Fox

15 de maio de 2019 Diego Domingos
Walt Disney

Walt Disney

Wooooow, Cinemaster. Em março, dias após a finalização de compra da Fox pela Walt Disney, a empresa do Mickey Mouse já havia iniciado o processo de demissão em massa. Aquele primeiro pacote de demissão foi destinado aos cargos de liderança dos departamentos da Fox. Mas conforme eu e você já tínhamos conferido no #CinemaNews desde o ano passado, 7 mil pessoas seriam demitidas com a fusão. 4 mil da Fox e 3 mil da Walt Disney. 

Pois bem, nesta quarta-feira começou o processo de demissão por parte dos funcionários da própria Walt Disney. O Hollywood Reporter confirma que enquanto funcionários das duas empresas estão sendo demitidos, o foco está nos que faziam parte do quado do Mickey Mouse. 

Digamos Cinemaster que a Walt Disney tem realmente o maior desafio que qualquer outro estúdio ou empresa de entretenimento atualmente, arcar com os custos das ações tomadas e dos investimentos feitos entre 2018 e 2019. Isso porque além de ter comprado a Fox por US$ 71.3 bilhões, mais US$ 57 bilhões em dívidas da Fox, nessa terça-feira a Disney anunciou a aquisição integral das operações do Hulu e vem investindo desde o ano passado cerca de US$ 2.9 bilhões em produção de conteúdo original e na infraestrutura do Disney Plus, o serviço de streaming que vem para bater a Netflix.

Por fim, mas não menos importante, mais US$ 24 bilhões serão investidos até 2020 no aumento das áreas dos parques de diversão da Disney ao redor do mundo, para a adição de mais atrações de Star Wars, da Marvel Studios, Avatar e Pixar Animation. Com isso, reduzir custos é mais do que necessário e cortar funcionários para uma empresa que já adquiriu outra do mesmo segmento é a oportunidade de ouro da Disney para equilibrar as finanças, já que a nota fiscal com todos esses investimentos vai começar a vir a partir de 2020.

WALT DISNEY: Star Wars, Avatar, Marvel e os lançamentos até 2027