X-MEN: FÊNIX NEGRA: Entenda como a Fox foi dos Skrulls aos D’Bari

8 de junho de 2019 Diego Domingos
X-Men: Fênix Negra (Skrulls e D'Bari)

X-Men: Fênix Negra (Skrulls e D’Bari)

Cinemaaaaaster, confesso a você que passei toda a semana tentando juntar as peças desse grande quebra-cabeça chamado, “Os Skrulls estariam em X-Men: Fênix Negra.” Também fiquei impressionado pela forma com que os D’Bari são tão semelhantes aos Skrulls, sobretudo, no que é referente a assumir a se passar por nós humanos.

Com isso, montei uma espécie de timeline abaixo para explicar a você a ideia de que sim, Simon Kinberg iria trazer os Skrulls em X-Men: Fênix Negra. No entanto, a compra da Fox pela Walt Disney – oficializada em julho de 2018, mas só finalizada em março de 2019 – foi mais do que decisiva para que Simon alterasse os personagens que seriam trazidos como os vilões em seu filme, mas que em Capitã Marvel seriam vistos como os “good guys” da história. Ok, não há como se afirmar com certeza que tudo isto aconteceu, o que eu fiz aqui foi unir informações de cunho público e reforçar a ideia de que os Skrulls realmente iriam vir em X-Men: Fênix Negra.

Certo, Cinemaster?! Então, partiu para os detalhes!

Skrulls eram da Fox e da Marvel Studios (Julho de 2016)

Em meio as várias sessões de perguntas e respostas, que James Gunn sempre fazia em suas redes sociais antes do escândalo em julho de 2018, uma das perguntas em julho de 2016, no Twitter, chamou bastante atenção, tanto pela pergunta em si, quanto pela resposta de James Gunn.

O questionamento Cinemaster foi a respeito do seguinte, os Skrulls, uma das raças mais sensacionais nos quadrinhos da Marvel Studios, pertenciam exatamente a quem?! Pertencia a 20th Century Fox ou a Marvel Studios?! Gunn foi bem prático em sua resposta: “Alguns Skrulls específicos são da Fox. Mas os Skrulls como um todo pertencem aos dois.” Ou seja, somente com essa confirmação de James Gunn eu e você Cinemaster passamos a ter certeza que os Skrulls poderiam ser usados pelos dois estúdios.

Kevin Feige confirma Skrulls em Capitã Marvel (Julho de 2017)

Dias antes do painel da Marvel Studios no Hall H da San Diego Comic-Con de 2017, acabou por vazar a informação de que Kevin Feige não iria levar nenhum trailer ou cena especial, e que a participação do MCU naquela edição seria basicamente por meio da revelação de detalhes. Bom, todo mundo ficou realmente curioso sobre quais detalhes seriam esses. Até que chegou o dia e mais precisamente o painel. Kevin confirmou Michelle Pfeiffer como Janet, a Vespa original e mãe de Hope, vivida por Evangeline Lilly, em Homem-Formiga e a Vespa. Confirmou que o Ghost dos quadrinhos seria transformado em uma vilã na Marvel Studios, e que Lawrence Fishburne, recém-saído da DC, tinha acabado de integrar o time de elenco do MCU também no filme do “Formiguinhaz”.

Pois bem, em seguida foi a vez de Capitã Marvel. Kevin Feige abriu a sessão revelando quatro gigantescas informações:

  • Capitã Marvel se passaria nos anos 90;
  • Nick Fury – Samuel L. Jackson – estaria na produção e com os dois olhos;
  • Coulson – Clark Gregg – também estaria no filme;
  • Os Skrulls seriam os vilões.

E foi impossível não ir à loucura Cinemaster. Pela primeira vez os Skrulls finalmente dariam as caras em um filme da Marvel Studios.

Skrulls em X-Men: Fênix Negra (Fevereiro de 2018)

Durante a divulgação de X-Men: Fênix Negra Simon Kinberg confirmou que a história passou a ser escrita por ele entre 2016 e 2017. E em fevereiro de 2018 Cinemaster começaram a surgir rumores de que os Skrulls estariam no filme. Bom, como James Gunn havia confirmado que os personagens pertenciam aos dois estúdios, eles realmente poderiam vir nos dois filmes. Afinal, até então não haveria conexão alguma nem mesmo entre as duas empresas.

Walt Disney compra a 20th Century Fox (Julho de 2018)

No entanto, contudo, todavia, veio um ponto de virada que ninguém acreditaria que podia vir a acontecer. Em dezembro de 2017 a Walt Disney havia feito uma oferta pela 20th Century Fox. Meses depois a Comcast entrou na jogada e ameaçou a possível compra, mas o Mickey Mouse foi lá e ofereceu US$ 71.3 bilhões.

Em julho de 2018 a decisão havia sido oficializada, os executivos da Walt Disney e da Fox concordaram, respectivamente, em pagar US$ 71.3 bilhões pela empresa, e os da Fox concordaram em vender a empresa pela quantia. Começava ali Cinemaster o processo de compra e venda de um dos maiores estúdios de cinema da história. A compra só foi oficializada em março de 2019. Mas obviamente, um filme como X-Men: Fênix Negra não poderia estragar os planos de Kevin Feige de fazer um lançamento triunfal dos Skrulls em Capitã Marvel.

Refilmagens de Fênix Negra (Setembro/Outubro de 2018)

É a partir daqui Cinemaster que tudo começa a ficar ainda mais interessante. Houve rumores no começo de 2019 deque Kevin Feige havia sim lido o roteiro de X-Men: Fênix Negra. Mas eu preciso voltar com você para setembro e outubro de 2018, quando ocorreram as refilmagens da produção de Simon Kinberg. Bom, eu e você sabemos bem que as refilmagens foram significativas. O final foi mudado por ser semelhante ao de Capitã Marvel e ao de Capitão América – Guerra Civil, e vários outros detalhes foram ajustados para que o filme tivesse uma identidade própria e não ficasse parecido com o longa estrelado por Brie Larson.

O que vou dizer agora é realmente uma suposição e até então não vi nenhuma outra página internacional mencionar algo a respeito. Mas Cinemaster, do ponto de vista criativo, particularmente acredito que Kevin Feige leu o roteiro de X-Men: Fênix Negra – já suspeitando, por meio dos rumores, que os Skrulls estariam no filme – e ao identificar que eles realmente estavam na produção, as mudanças foram solicitadas.

Isso seria possível?! Tecnicamente sim! A compra já havia sido aprovada e tudo estava em processo de desenvolvimento, mas uma decisão como essa, que poderia impactar diretamente em um filme altamente importante da Marvel Studios como Capitã Marvel, pode ter sido resolvida em questão de dias. O que me deixa encucado é que seria muita coincidência a compra da Fox ter sido aprovada em julho de 2018 e em setembro do mesmo ano todo o elenco de Fênix Negra já estava no set para as refilmagens. Mas continuo com minha ideia.

E mais ainda, é aqui onde mora o pulo do gato para a Marvel Studios. Se as refilmagens não tivessem acontecido, X-Men: Fênix Negra iria estrear em novembro de 2018, ou seja, o filme traria os Skrulls primeiro que Capitã Marvel. No entanto, as refilmagens fizeram a produção ser inicialmente adiada para fevereiro de 2019 e em seguida foi alterada mais uma vez para junho de 2019. Pois bem, enquanto o primeiro adiamento foi meio que “proposital”, o segundo Cinemaster deve ter sido realmente devido a pós-produção, afinal, Simon Kinberg e sua equipe precisaram alterar todo um grupo de personagens, dos Skrulls para os D’Bari, e isso poderia ter levado mais tempo do que o esperado.

Estreia de Capitã Marvel (Março de 2019)

Enquanto os D’Bari estavam passando por ajustes finais em X-Men: Fênix Negra, Capitã Marvel era lançado. O filme trouxe os Skrulls pela primeira vez nas adaptações da Marvel Comics. E por mais que a não tão chocante inversão de papéis dos Skrulls com os Kree, com estes se tornando os reais vilões, enquanto aqueles seriam os reais heróis da história, os personagens finalmente tinham chegado ao cinema.

Note Cinemaster que antes da compra da Fox pela Disney Kevin Feige realmente não teria controle sobre Simon Kinberg para fazê-lo mudar dos Skrulls para os D’Bari. Mas a aquisição foi mais do que importante para que X-Men: Fênix Negra não chegasse primeiro que Capitã Marvel nos cinemas e mais ainda, para que o filme não atrapalhasse os planos de Kevin Feige. 

Estreia de X-Men: Fênix Negra (Junho de 2019)

Chegou então a estreia de X-Men: Fênix Negra, e Cinemaster… por mais que os D’Bari não sejam os Skrulls, eles são tão semelhantes que no final das contas realmente fica a impressão e a dúvida, será que os Skrulls não iriam vir no filme?! Afinal, eles também eram da Fox! Meu pensamento é de que sim! Mas é aquilo Cinemaster, há questões que se passam nos bastidores desses gigantescos estúdios que eu e você jamais saberemos, e esse confronto de Skrulls entre X-Men: Fênix Negra e Capitã Marvel pode ter sido uma delas.

X-MEN: FÊNIX NEGRA [REVIEW]: A trilha de Hans Zimmer merecia um filme melhor

Jean Grey começa a desenvolver incríveis poderes que a corrompem e a transformam em uma Fênix Negra. Agora os X-Men terão que decidir se a vida de um membro da equipe vale mais do que todas as pessoas que vivem no mundo. Marcando sua estreia na direção Cinemaster, Simon Kinberg assina o comando do projeto, bem como o roteiro. E estão confirmados em X-Men: Fênix Negro: Jennifer Lawrence como Raven/Mística, James McAvoy como Charles Xavier, Tye Sheridan como Scott Summer/Ciclope, Jessica Chastain como a vilã Smith, Sophie Turner Jean Grey/Fênix, Michael Fassbender como Erik Lehnsherr/Magneto, Evan Peters como Peter Maximoff/Mercúrio, Kodi Smit-McPhee como Kurt Wagner/Noturno, Nicholas Holt como Hank McCoy/Fera e Alexandra Shipp como Ororo Munroe/Tempestade. E a estreia e X-Men: Fênix Negra Cinemaster tá agendada para 6 de junho de 2019!!!