STAR WARS – A ASCENSÃO SKYWALKER: Qual o real significado de Palpatine no trailer?

12 de abril de 2019 Diego Domingos
Palpatine

Palpatine

Cinemaaaaaaster, seria muito dizer que Palpatine roubou a cena no primeiro trailer de Star Wars – A Ascensão Skywalker?! Exatamente! Até porque sempre há de ter um espaço para um dos grandes vilões da saga de George Lucas. Mas por outro lado Cinemaster é impossível deixar de lado a quantidade de significados, de ideias e de possibilidades do que realmente pode representar a entrada de Palpatine no filme que vai concluir a jornada de Skywalker dividida em nove etapas.

Só que há vários detalhes implícitos neste primeiro trailer de A Ascensão Skywalker que eu realmente preciso comentar com você, até porque o fato de Palpatine não ter aparecido indica que o seu visual é um grande spoiler. E se ele não tiver com a aparência que eu e você o conhecemos lá na primeira trilogia, e muito menos com o visual da segunda trilogia?! Tudo é possível!

Partiu então Cinemaster detalhar o que Palpatine realmente significa em Star Wars – A Ascensão Skywalker:

A última aparição de Palpatine

O Imperador Palpatine Cinemaster apareceu pela última vez na linha cronológica de Star Wars em O Retorno de Jedi. Quando está prestes a matar Luke Skywalker, por ele não se unir ao Lado Negro da Força, Palpatine tenta matar Luke com seus raios, até que Darth Vader joga o vilão nave abaixo. De fato, a morte ficou mais do que explícita. Mas é aquilo, o legado de um personagem vai realmente bem mais além do que a morte, Kylo Ren que o dia.

Palpatine em Star Wars – O Despertar da Força

No primeiro filme da atual trilogia Cinemaster Palpatine chegou a ser mencionado com o fato de que – “sua morte” (mais do que nunca entre aspas) – teria causado a divisão do Império, resultando assim em várias partes, uma delas sendo a Primeira Ordem.

Palpatine em Star Wars – Os Últimos Jedi

Já em Os Últimos Jedi Palpatine é citado por Luke Skywalker quando ele está tendo uma conversa com Rey a respeito da origem do Império, que começou com o mega vilão.

Palpatine em Star Wars – A Ascensão Skywalker

O fio da meada Cinemaster é a frase de Luke “Ninguém se vai totalmente.” Da mesma forma que Luke não se foi totalmente, afinal, ele deverá continuar como o mentor de Rey, mas aparecendo de forma espiritual, um dos grandes líderes do Lado Negro da Força também não. Note Cinemaster que é como se Palpatine e Luke Skywalker funcionassem como os dois pesos da balança moral. Ou seja, eles não estão naquela ação, mas tudo gira ao redor deles também porque eles influenciaram pessoas que chegaram até essa jornada, Luke influenciou Rey e Palpatine influenciou Darth Vader, que por conseguinte influenciou seu neto, Kylo Ren. E mais, o fato de Snoke ter morrido – o que torna firme a ideia de que ele era apenas uma marionete nas mãos de Palpatine – faz com que o mega vilão venha para se tornar o mentor de Kylo Ren.

No entanto, por mais que Ian McDiarmid tenha aparecido no final do painel da produção na Star Wars Celebration 2019, o seu visual – ou se é que ele realmente vai aparecer – continua sendo um mistério. Apesar de que há teorias que mencionam o seguinte: Matt Smith deverá vir como uma versão mais jovem – porém ultra maquiado – do Imperador Palpatine. Até porque entre o que aconteceu com ele em O Retorno de Jedi e sua volta para o Episódio IX, sua aparência pode ter mudado completamente, e aí, claro, vai também da atuação de Matt Smith.

O que Palpatine significa para o Episódio IX?

Ou seja Cinemaster, Palpatine veio ao redor de todos os filmes Star Wars, nas duas primeiras trilogias ele apareceu, na terceira ele também esteve presente, mas bem pelas beiradas. Em linhas gerais, é como se tudo o que tivesse sido feito pela Primeira Ordem agora fosse um grande plano de Palpatine, mesmo que ele não estivesse ligado a isso da maneira mais direta possível. Portanto Cinemaster a influência do Imperador ao longo de toda a saga é bastante clara, mas J.J. Abrams com certeza tem grandes cartas na manga para explicar como Palpatine esteve manipulando tudo o tempo todo.

Com Luke Skywalker – Mark Hamill – e Leia – Carrie Fisher – de volta para Star Wars – The Rise of Skywalker, completam o elenco principal: Daisy Ridley, John Boyega, Adam Driver, Oscar Isaac, Kelly Marie Tran, Billy Dee Williams, Anthony Daniels, Richard E. Grant, Naomi Ackie, Keri Russell, Lupita Nyong’o, Domhnall Gleeson, Joonas Suotamo, e Billie Lourd. A direção e o roteiro Cinemaster são de J.J. Abrams, e a estreia está prevista para dezembro de 2019!!!